Cap.54_O beijo do picolé no asfalto

Abri a porta do prédio enquanto pensava na ferida que ardia em contato com o vento frio. Apesar de fazer três dias que a faca errou o caminho e entrou superficialmente na ponta do meu dedo, demorava pra cicatrizar. Tudo demora pra cicatrizar nesta terra, tudo. Amores e desesperos, tristezas e invernos, dores e apegos.

Continue reading